Organização

Desde o anúncio da realização do FMDH em Marrakesh, diversas instâncias de organização começaram a trabalhar para garantir a preparação do Fórum:

  • Um comitê internacional de supervisão formado por Brasil, Marrocos e Argentina, sede da terceira edição;
  • Uma secretaria nacional marroquina formada pelo CNDH, a Delegação Interministerial dos Direitos Humanos e os principais ministérios envolvidos no processo;
  • Um comitê de boas-vindas a Marrakesh que mobiliza os serviços exteriores do Estado, o município, o Conselho Regional, os profissionais do turismo e da cultura, a universidade e a Comissão Regional do CNDH;
  • Um comitê científico internacional formado por responsáveis associados e governamentais, pesquisadores e especialistas em direitos humanos.

?Um primeiro seminário preparatório foi realizado durante dois dias no mês de junho, em Casablanca, com a participação de uma centena de redes da sociedade civil marroquina e mais de vinte organizações não-governamentais internacionais de 15 países. Um segundo seminário ocorreu no mês de outubro.

Foi criada uma associação de financiamento do Fórum, a Fundação Ajial para os Direitos Humanos. Foi constituída uma equipe operacional formada por empregados do CNDH, do DIDH e por novos colaboradores contratados.

Foram mobilizados vários prestadores de serviço externos, encarregados da comunicação, relações públicas e logística.